A tão falada composteira e os seus benefícios

November 27, 2018

   Muito já falamos no instagram da nossa relação de amor com uma composteira, mas você sabe de fato como ela funciona e por que existe?

 

      Sabe aquele lixinho que geralmente fica em cima da pia? Aquele que despejamos nosso lixo orgânico: retos de papéis sujos, cascas de frutas, borra do café? Esse é um lixo muito precioso, tanto que se despejado na famosa composteira, em semanas ele se transforma em terra por um processo natural em que os micro-organismos, como fungos e bactérias, são responsáveis pela degradação de matéria orgânica, transformando-a em húmus, um material muito rico em nutrientes e fértil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todo extrato utilizado no tingimento é compostado por nós.

       

     

       A diferença entre um lixo orgânico e um lixo seco com relação a esse descarte é que o primeiro se desfaz no meio ambiente, enquanto o segundo precisa ser reciclado ou entretelado em aterros. O primeiro leva semanas para desaparecer e o segundo anos, muitos anos, as vezes até mesmo séculos.

 

     Isso tudo não é uma invenção moderna (embora haja a composteira doméstica). Gerações passadas compostavam seus lixos, não só na intenção de reduzir o impacto de resíduos, mas também por que a alimentação e o consumo eram mais naturais e sem tantas embalagens plásticas.

 

     Para quem quiser assumir o compromisso de descartar lindamente o seu lixo orgânico de casa, aqui vai uma super dica: ela serve até como forma de avaliarmos se nossa alimentação está mais natural e saudável ou se estamos comendo muitos produtos industrializados e gerando muito lixo seco. 

     Observar nosso lixo é também perceber nossa saúde e nossos impactos com o mundo. 

 Essa é a nossa composteira

 

 

Para quem quiser compostar seu lixo em casa ou apartamento, há muitas empresas que coletam baldinhos com nossos resíduos orgânicos de casa e compostam para a gente, e ainda dão mudinhas ou brindes em troca. Legal né?

Segue algumas que a gente conhece e acredita:

 

cicloorganico.com.br/ (em São Paulo)

compostcheira.eco.br/ (em Porto Alegre)

re-ciclo.net/site/ (em Porto Alegre)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Você já conhece o Modal?

May 8, 2019

1/8
Please reload

Posts Recentes

January 16, 2019